Sexta-feira, 7 de Outubro de 2005
prazer05.gif



É tua voz a que se levanta no alto da montanha

E se dirige a mim

Narrando tua origem

Teu clã e tua tribo



É tua voz a que eu ouço chamando pelo meu nome

A que proclama em bom som que eu sou teu

Desde que me adivinhaste na alvorada dos tempos

E me escolheste na clandestinidade dos horizontes



É tua voz a que eu ouço quando narras tuas memórias

De que faço parte desde a primeira manhã de vida

Muito antes de os tempos acordarem

Para a epopéia da história



É tua voz, sim, a que me toca

Na música de que gosto

E me enleva nas letras

Do poema que componho



É tua voz a que te atravessa os lábios

E me seduz o tímpano rumo aos meus olhos

Aos meus braços e aos meus lábios

Na infinita procura da festa do eterno encontro

Que o destino nos programou!







Jan Muá





publicado por Lumife às 00:17 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Post recentes

8-ESPERO

7- BEBIDO O LUAR

6-QUE BOM SERIA...

5-EU NÃO VOLTAREI...

4-SEGREDO

3-A MINHA AMANTE

2-FUMO

1-NÃO ADORMEÇAS...

Ó meu saudoso olhar

...

...

...

...

...

...

Só mais uma vez...

...

...

...

...

Junho 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Agosto 2007

Outubro 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

blogs SAPO
subscrever feeds