Terça-feira, 31 de Maio de 2005
napraia.jpg





*


Ficaram num céu azul

as manchas prateadas de saudades,

ficaram num olhar cheio de brilho

as lágrimas escorridas,

ficou dos lábios sorridentes

a rouca palavra,

ficou no coração a dor,

mas na alma ficou você.


*


Olhava de longe as estrelas,

que agora não são mais lindas,

mas em cada uma delas

existe um pouco de mim.

Ficou em cada lugar,

em cada coisa,

de tudo que fizemos,

ficou apenas o seu vulto.


*


Um bando de pássaros pousou no

chão varrido pela chuva,

gostaria de ser como eles,

sem medo do frio,

sem medo de nada,

apenas voar.

Não temem a tempestade

mas fogem dela.


*


Agora, que que tudo novamente

perdeu o sentido para mim,

tenho medo de olhar em volta

e não sentir apoio para meu corpo,

tenho medo de perder o pouco que me resta.

Existe uma distância muito grande entre nós,

existe uma barreira que nos separa

e nos impede de amar.


*


Gostaria de estar com você mais uma vez,

e viver como o sol,

como as flores,

talvez como a lua,

talvez como a terra.


*

[Error: Irreparable invalid markup ('<p<>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<img alt="napraia.jpg" src="http://enamorado.blogs.sapo.pt/arquivo/napraia.jpg" width="312" height="203" border="0" /><p>

<H5 align="center">

*<p>
Ficaram num céu azul<br>
as manchas prateadas de saudades, <br>
ficaram num olhar cheio de brilho<br>
as lágrimas escorridas,<br>
ficou dos lábios sorridentes<br>
a rouca palavra,<br>
ficou no coração a dor,<br>
mas na alma ficou você.<p>
*<p>
Olhava de longe as estrelas,<br>
que agora não são mais lindas,<br>
mas em cada uma delas<br>
existe um pouco de mim.<br>
Ficou em cada lugar,<br>
em cada coisa,<br>
de tudo que fizemos,<br>
ficou apenas o seu vulto.<p>
*<p>
Um bando de pássaros pousou no<br>
chão varrido pela chuva,<br>
gostaria de ser como eles,<br>
sem medo do frio,<br>
sem medo de nada,<br>
apenas voar.<br>
Não temem a tempestade<br>
mas fogem dela.<p>
*<p>
Agora, que que tudo novamente<br>
perdeu o sentido para mim,<br>
tenho medo de olhar em volta<br>
e não sentir apoio para meu corpo,<br>
tenho medo de perder o pouco que me resta.<br>
Existe uma distância muito grande entre nós,<br>
existe uma barreira que nos separa<br>
e nos impede de amar.<p>
*<p>
Gostaria de estar com você mais uma vez,<br>
e viver como o sol, <br>
como as flores,<br>
talvez como a lua,<br>
talvez como a terra.<p>
*<p<

Mas gostaria de viver a realidade<br>
de estar com você mesmo que fosse por um dia... apenas um dia...<br>
apenas para sentir<br>
mais um pouco o amor que<br>
ainda sinto por você<br>
e que nós não soubemos conservar.<p>

</H5>


publicado por Lumife às 23:23 | link do post | comentar

Quinta-feira, 26 de Maio de 2005
A.Brito.jpg





O desenho redondo do teu seio

Tornava-te mais cálida, mais nua

Quando eu pensava nele...Imaginei-o,

À beira-mar, de noite, havendo lua...


*



Talvez a espuma, vindo, conseguisse

Ornar-te o busto de uma renda leve

E a lua, ao ver-te nua, descobrisse,

Em ti, a branca irmã que nunca teve...


*


Pelo que no teu colo há de suspenso,

Te supunham as ondas uma delas...

Todo o teu corpo, iluminado, tenso,

Era um convite lúcido às estrelas...


*


Imaginei-te assim á beira-mar,

Só porque o nosso quarto era tão estreito...

- E, sonolento, deixo-me afogar

No desenho redondo do teu peito...


*



(David Mourão Ferreira)







publicado por Lumife às 20:22 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Domingo, 22 de Maio de 2005
bolo aniv0005.gif






As pessoas se encontram por acaso na vida,



porém não é por acaso que permanecem



uma na vida da outra.



Nosso encontro foi por acaso, mas nossa amizade não é.



Que esta data se repita por muitas e



muitas vezes em sua vida.



Desejo que você continue sendo esta pessoa linda por dentro e por fora.



Desejo também que sempre:



sua luz se irradie da forma como é hoje,



sua força nunca se esgote,



sua busca nunca se acabe,



sua fé nunca se abale.



sua sabedoria seja sempre acrescida por algo de bom,



sua esperança nunca se canse,



seus desejos sejam sempre realizados,



seu amor esteja sempre por perto,



sua saúde esteja sempre em ordem,



suas conquistas sejam sempre festejadas.



Desejo também que em sua vida



você consiga ter de tudo,



o mais bonito e de tudo, o melhor.



Sei que é capaz de conseguir...



beijos com sabor de festa



baloes0001.gif






publicado por Lumife às 03:31 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 20 de Maio de 2005
pensamento00089.jpg






Minhas palavras são a metade de um diálogo obscuro

continuando através de séculos impossíveis.



Agora compreendo o sentido e a ressonância

que também trazes de tão longe em tua voz.



Nossas perguntas e respostas se reconhecem como os olhos dentro dos espelhos.



Olhos que choraram.



Conversamos dos dois extremos da noite,

como de praias opostas. Mas com uma voz que não se importa...



E um mar de estrelas se balança entre o meu pensamento e o teu.

Mas um mar sem viagens.



*


(Cecília Meireles)




publicado por Lumife às 23:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 17 de Maio de 2005
tbgo.jpg


publicado por Lumife às 19:58 | link do post | comentar

Segunda-feira, 16 de Maio de 2005
oeil.jpg








Eu sei que me tens amor,

Bem o leio no teu olhar,

O amor quando é sentido

Não se pode disfarçar.


*


Os olhos são indiscretos;

Revelam tudo que sentem,

Podem mentir os teus lábios,

Os olhos, esses, não mentem.


*



(Florbela Espanca)



publicado por Lumife às 20:10 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 13 de Maio de 2005
doce.jpg








Contar-te longamente as perigosas

coisas do mar. Contar-te o amor ardente

e as ilhas que só há no verbo amar.

Contar-te longamente longamente.


*


Amor ardente. Amor ardente. E mar.

Contar-te longamente as misteriosas

maravilhas do verbo navegar.

E mar. Amar: as coisas perigosas.


*


Contar-te longamente que já foi

num tempo doce coisa amar. E mar.

Contar-te longamente como doi


*


desembarcar nas ilhas misteriosas.

Contar-te o mar ardente e o verbo amar.

E longamente as coisas perigosas.




(Manuel Alegre)


publicado por Lumife às 19:36 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 11 de Maio de 2005
loveme.jpg


Apesar de sonhar até mesmo o impossível

Apesar de sorrir sem ao menos ter motivos

Apesar de cantar para disfarçar o pranto

Continuo a afirmar que a felicidade existe...


*


Apesar de acreditar e às vezes ser traído

Apesar de gostar e não ser correspondido

Apesar de falar e não ser compreendido

Continuo a acreditar que a amizade existe...


*


Apesar do sol nem sempre estar presente

Apesar da brisa transformar-se em vento forte

Apesar da chuva muitas vezes ser agressiva

Continuo a admirar o esplendor da natureza...


*


Apesar de conviver com tantas dúvidas

Apesar de me perder nas incertezas

Apesar de viver em eterna busca

Continuo a agradecer o dom da vida!!





publicado por Lumife às 00:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 10 de Maio de 2005
praz100.jpg


publicado por Lumife às 17:14 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 4 de Maio de 2005
prometo.jpg




Eu prometo não te prometer nada

Nem te amar para sempre

nem não te trair nunca

Nem não te deixar jamais

nada a te oferecer senão eu mesmo

nada a te pedir senão que sejas quem tu és

nada de máscaras nem artifícios



*



A verdade é o que temos de melhor

Para compartilharmos um com o outro

Sem medo, vergonha ou culpa

De nos mostrarmos por inteiro

Tuas coisas continuam tuas e as minhas, minhas.

Não nos mudaremos na loucura de tornar

Eterno esse breve instante que passa

Se crescemos como pessoas, ainda que em direcções

opostas, saberemos nos amar e nos respeitar pelo que somos.


*


Não te prendo e não permito que me prendas nenhuma

corrente pode deter a força da vida

nenhuma promessa pode substituir o Amor

Quero que sejas livre como eu próprio quero ser

companheiros de uma viagem que está começando cada

vez que nos encontramos novamente.





publicado por Lumife às 18:31 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Post recentes

8-ESPERO

7- BEBIDO O LUAR

6-QUE BOM SERIA...

5-EU NÃO VOLTAREI...

4-SEGREDO

3-A MINHA AMANTE

2-FUMO

1-NÃO ADORMEÇAS...

Ó meu saudoso olhar

...

...

...

...

...

...

Só mais uma vez...

...

...

...

...

Junho 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Agosto 2007

Outubro 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

blogs SAPO
subscrever feeds