Quinta-feira, 28 de Abril de 2005
casal.gif


publicado por Lumife às 22:23 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 27 de Abril de 2005
eu te amo.jpg




Se amar fosse apenas olhar para o céu

Não haveria razões para haver estrelas.



Se amar fosse apenas sorrir

Não haveria motivos para que alguém sorrisse connosco.



Se amar fosse apenas caminhar

Não haveria razões para a existência dos bosques encantados.



Se amar fosse apenas ver os pássaros

não haveria motivos para ouvir seus cantos.



Se amar fosse apenas olhar as nuvens

Não haveria razões para deixar nossa imaginação atravessá-las



Se amar fosse apenas viver

Não haveria motivos para se ter coração.



Se amar fosse apenas falar

Não haveria razões para se ouvir.



Se amar fosse apenas a beleza da rosa

Não haveria motivos para se ter o espinho.



Se amar fosse apenas fazer

Não haveria razões para ajudar.



Se amar fosse apenas dizer eu te amo

Não haveria motivos para se provar isso.



Se amar fosse viver sem você

Não haveria razão então de viver...



Te amo, mais do que as razões do amor podem explicar.







publicado por Lumife às 00:18 | link do post | comentar

Domingo, 24 de Abril de 2005
tddiaanj.gif


publicado por Lumife às 16:07 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21 de Abril de 2005
Animation8.gif


*



As janelas da vida estão abertas para amores,

decepções, para pessoas que não sabemos se são certas...



Certas na hora de amar...

Compreensivas na hora de ajudar...

Sinceras na hora de conversar...

Verdadeiras na hora de desejar...

Aconchegantes como as noites de luar...


,

Firmes como o chão que queremos pisar...

Sensíveis como a melodia que insiste em nos tocar...

Inconstantes na hora de caminhar...




Como saberemos então se as pessoas que encontramos

são certas ou erradas?

Nunca saberemos...


O essencial é Amar!





publicado por Lumife às 15:56 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quarta-feira, 20 de Abril de 2005
p_f_093.gif


*



Existe um lugar no meu coração que insiste

em querer apenas o seu carinho.


*



Por maior que ele seja, o seu espaço

destinado ao amor é só seu,

e eu nada posso fazer para mudar

esse sentimento.

Você entrou de uma maneira tão suave,

tão branda na minha vida,

que acabou preenchendo os espaços,

sem me deixar opção para escolher.


*


Fiquei entre te amar ou amar-te.



Resolvi amar-te.

Amar-te é entregar todos os meus sonhos e dividi-los com você.

Amar-te é pegar os teus sonhos e dividi-los comigo.

Amar-te é ansiar por sua volta, e mesmo longe sentir a tua presença.

Amar-te é respeitar o teu silêncio, com a certeza de que estou dentro dele.

Amar-te é deixar-te livre para ir, voltar e estar sempre aqui.


*



Amar-te é o respeito por seus ideais, é a compreensão que dividimos até naquilo que não concordamos.


Amar-te é mais profundo que simplesmente te amar.


Amar-te é todo um compromisso, é toda uma entrega.


*



Amar-te é vida, é emoção, é desejo, é cumplicidade.


Amar-te é a certeza de que o tempo vai passar,

as emoções vão se modificar,

mas eu vou continuar a amar-te,

porque amar-te é uma razão que não vem apenas da emoção,

mas da certeza de que somos cumplíces desse amor que ultrapassa os limites da paixão.


*



Nesse dia especial, quero amar-te com mais intensidade, simplesmente dizendo: eu te amo!



*


(Paulo Roberto Gaefke)



publicado por Lumife às 00:26 | link do post | comentar

Quinta-feira, 14 de Abril de 2005
142.gif


publicado por Lumife às 17:14 | link do post | comentar

Terça-feira, 12 de Abril de 2005
saudadeutyu.jpg


*


Pior que estar tão longe é ter tanta saudade,


se te conheço tão pouco, há tão pouco...


saudade da tua boca, sem nunca te ter beijado,


saudade da tua pele, sem sequer nela ter tocado...


Pior do que toda a distância é você tão longe e


tão dentro de mim, tão ausente e tão viva,


tão presente e tão distante daqui... Dentro de cada dia,


cada poro, cada noite, dentro de cada instante,


eu vivo você, dentro de cada sonho, espero por você...


Dentro das minhas veias é você quem vive,


e assim eu existo, impregnado de você.



publicado por Lumife às 23:15 | link do post | comentar

Sexta-feira, 8 de Abril de 2005
x9.jpg


*



São como um cristal,

As palavras.

Algumas, um punhal,

Um incêndio.

Outras,

Orvalho apenas.



Secretas vêm, cheias de memória.

Inseguras, navegam:

Barcos ou beijos,

As águas estremecem.



Desamparadas, inocentes,

Leves.

Tecidas são de luz

E são a noite.

E mesmo pálidas

Verdes paraísos lembram ainda.




Quem as escuta?

Quem as recolhe, assim,

Cruéis, desfeitas,

Nas suas conchas puras?


*


(Eugénio de Andrade)




publicado por Lumife às 00:25 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sexta-feira, 1 de Abril de 2005
ft.jpg


*


Ai, a lua que no céu surgiu

Não é a mesma que te viu

Nascer dos braços meus

Cai a noite sobre o nosso amor

E agora só restou do amor

Uma palavra: adeus

Ai, vontade de ficar

Mas tendo de ir embora

Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora

É refletir na lágrima

Um momento breve

De uma estrela pura, cuja luz morreu

Ah, mulher, estrela a refulgir

Parte, mas antes de partir

Rasga o meu coração

Crava as garras no meu peito em dor

E esvai em sangue todo o amor

Toda a desilusão

Ai, vontade de ficar

Mas tendo de ir embora

Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora

É refletir na lágrima

Um momento breve de uma estrela pura

Cuja luz morreu

Numa noite escura

Triste como eu



*


(Vinicius de Morais)



publicado por Lumife às 23:26 | link do post | comentar

Post recentes

8-ESPERO

7- BEBIDO O LUAR

6-QUE BOM SERIA...

5-EU NÃO VOLTAREI...

4-SEGREDO

3-A MINHA AMANTE

2-FUMO

1-NÃO ADORMEÇAS...

Ó meu saudoso olhar

...

...

...

...

...

...

Só mais uma vez...

...

...

...

...

Junho 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Agosto 2007

Outubro 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

blogs SAPO
subscrever feeds