Sexta-feira, 22 de Outubro de 2004
Crepusculo_800.jpg



*



É quando um espelho, no quarto,


se enfastia;


quando a noite se destaca


da cortina;


quando a carne tem o travo


da saliva,


e a saliva sabe a carne


dissolvida;


quando a força de vontade


ressuscita;


quando o pé sobre o sapato


se equilibra...


e quando às sete da tarde


morre o dia


- que dentro de nossas almas


se ilumina,


com luz lívida, a palavra


despedida.




*


(David Mourão-Ferreira)



publicado por Lumife às 23:41 | link do post | comentar

1 comentário:
De Anónimo a 24 de Outubro de 2004 às 01:24
Aquela palavra qe nos arrepia so a pernuncia-la..Mas sabes, tudo tem volta se tentares... Um beijo doceMissLadyMystery
(http://MundoDosSonhos.blogs.sapo.pt)
(mailto:lovespellyou@portugalmail.pt)


Comentar post

Post recentes

8-ESPERO

7- BEBIDO O LUAR

6-QUE BOM SERIA...

5-EU NÃO VOLTAREI...

4-SEGREDO

3-A MINHA AMANTE

2-FUMO

1-NÃO ADORMEÇAS...

Ó meu saudoso olhar

...

...

...

...

...

...

Só mais uma vez...

...

...

...

...

Junho 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Agosto 2007

Outubro 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

blogs SAPO
subscrever feeds