Sexta-feira, 1 de Abril de 2005
ft.jpg


*


Ai, a lua que no céu surgiu

Não é a mesma que te viu

Nascer dos braços meus

Cai a noite sobre o nosso amor

E agora só restou do amor

Uma palavra: adeus

Ai, vontade de ficar

Mas tendo de ir embora

Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora

É refletir na lágrima

Um momento breve

De uma estrela pura, cuja luz morreu

Ah, mulher, estrela a refulgir

Parte, mas antes de partir

Rasga o meu coração

Crava as garras no meu peito em dor

E esvai em sangue todo o amor

Toda a desilusão

Ai, vontade de ficar

Mas tendo de ir embora

Ai, que amar é se ir morrendo pela vida afora

É refletir na lágrima

Um momento breve de uma estrela pura

Cuja luz morreu

Numa noite escura

Triste como eu



*


(Vinicius de Morais)



publicado por Lumife às 23:26 | link do post | comentar

Post recentes

8-ESPERO

7- BEBIDO O LUAR

6-QUE BOM SERIA...

5-EU NÃO VOLTAREI...

4-SEGREDO

3-A MINHA AMANTE

2-FUMO

1-NÃO ADORMEÇAS...

Ó meu saudoso olhar

...

...

...

...

...

...

Só mais uma vez...

...

...

...

...

Junho 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Agosto 2007

Outubro 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

blogs SAPO
subscrever feeds